Vidas Secas

Vidas Secas

Vidas Secas é uma Poesia Denúncia, claramente inspirada nós horrores do Fogo no Pantanal, e é aí que está a força da Poesia, POESIA CONCRETA… Fala do descaso com a Vida, dos Homens, Mulheres, Animais… É o tipo de Poesia capaz que pode levar a reflexões sérias… O que Augusto Boal chama de Teatro do Oprimido…

Q época dura que estamos vivendo?
Pandemia para os humanos;
Queimadas para os animais;
Vidas sendo ceifadas;
Terror e choro sendo desprezadas.
Onde está o amor?
Ah eu estou aqui… quem tiver ouvidos que ouçam meu clamor,
E quem tiver sensibilidade que vejam minha destruição
Enquanto ninguem me ouvir e me ver, a GANÂNCIA os destruirá
Vidas secas os consumirá
Porque pop é ser tech, pop é ser tudo.

Katia Kuramoto

Katia Kuramoto

Servidora Pública nas redes Municipal e Estadual de Educação de SP. Formada em Pedagogia e Letras, aprecia leituras sobre Sociologia, Filosofia, Psicanálise, e obras relacionadas a crenças e espiritualidade, do comportamento do ser humano. Seu hobby é escrever, geralmente suas obras referem-se a investigação da alma, e as inquietações da humanidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *